HiperCentro-Fracção F, Rua Dr. Eduardo Santos Silva, 261 4200-279 Porto+351 222 081 483info@norleq.com
enpt

Artigo sobre espectroscopia de luminescência polarizada circularmente com JASCO CPL-300

Artigo 1 de 91

Medição da luminescência polarizada circularmente e dependente da temperatura usando o método da pastilha com KBr
Publicado em Frontiers in Chemistry

Resumo: A espectroscopia de luminescência polarizada circularmente (CPL) mede a diferença na intensidade de luminescência entre a luz polarizada circularmente para a direita e esquerda, e é frequentemente usada para analisar a estrutura das moléculas quirais no seu estado excitado. Recentemente, a técnica encontrou uma gama crescente de aplicações na análise de moléculas que emitem luz polarizada circularmente e pode ser empregada em representações 3D.

Assim, o número de artigos com foco na espectroscopia de CPL aumentou dramaticamente. No entanto, uma vez que o fator de dissimetria da luminescência (glum) para compostos orgânicos é geralmente < |0,01|, os espectrómetros de CPL devem oferecer alta sensibilidade e produzir espectros livres de artefatos para moléculas quirais. Até agora, os principais alvos das medições de CPL eram amostras em solução. No entanto, para aplicações práticas com dispositivos, também é necessário poder medir os espectros de CPL de amostras de estado sólido.

Adicionalmente, como os dispositivos electrónicos geralmente operam a altas temperaturas, é importante avaliar a dependência térmica das características da CPL.

Mais ainda, na medição de amostras em estado sólido, o grau de anisotropia das amostras deve ser avaliado, porque um alto grau de anisotropia pode causar perturbações.

O artigo utiliza métodos para avaliar o grau de anisotropia de amostras no estado sólido e as suas aplicações a alta temperatura.

MENU